A medicina vem desenvolvendo sua própria transformação digital, mas enfrenta desafios em termos de privacidade, integração e confiança

A transformação digital da saúde é uma tendência crescente, com alto potencial de alterar o atendimento ao paciente e fornecer um serviço mais eficiente, conectado e inteligente.

Além do mais, o crescimento da saúde digital é um movimento de “prioridade”, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A aplicação da tecnologia de ponta é um pilar fundamental para alcançar a cobertura universal de saúde, segundo a OMS.

A transformação digital oferece benefícios para todos os aspectos do sistema de saúde, desde serviços de assistência até monitoramento, educação, conhecimento e pesquisa, acredita a organização.

Na prática, vemos um crescente interesse nas tecnologias digitais de saúde. Os pacientes estão se adaptando às ferramentas de e-medicine. Por sua vez, os especialistas veem um potencial significativo na análise de big data para melhorar o conhecimento médico e prever doenças nas pessoas.

No entanto, o processo de transformação digital da saúde também tem desafios significativos pela frente. Isso inclui privacidade de dados e integração do sistema.

Transformação digital nos canais de atendimento médico

O uso de canais digitais para atendimento médico é uma tendência crescente.

Todos os anos, mais americanos recorrem a ferramentas digitais para monitorar sua saúde. No ano passado, 42% da população usou pelo menos uma dessas ferramentas, de acordo com um estudo do Rock Health e do Stanford Center for Digital Health. O uso de videochamadas para conectar-se com um profissional médico aumentou de 7% em 2017 para 32% em 2019, de acordo com o mesmo estudo.

Apesar disso, a adoção de canais digitais na assistência médica coloca seus próprios desafios. Desconfiança e preocupação com a privacidade dos usuários são desafios crescentes.

Em 2017, por exemplo, 86% dos entrevistados não tiveram problemas em compartilhar suas informações de saúde com seu clínico geral, de acordo com o estudo da Rock Health e Stanford. Mas esse número diminuiu para 73% em 2019. Nesses dois anos, os americanos também foram mais cautelosos ao compartilhar suas informações médicas com quase todas as entidades: de suas seguradoras a farmácias.

Embora a confiança suba para o nível geral graças a uma maior familiaridade com as ferramentas digitais de saúde, este é um ponto-chave a ser lembrado ao desenvolver um aplicativo de e-medicine.

Para promover a confiança do usuário, é essencial priorizar a segurança do aplicativo e o armazenamento de dados.

Big data em saúde digital

Ferramentas poderosas de big data e inteligência artificial são outras maneiras pelas quais a transformação digital da saúde permite um melhor atendimento médico. Essas tecnologias oferecem a oportunidade de detectar doenças antes que os sintomas apareçam, monitorar a saúde de uma pessoa ao longo dos anos e até concentrar mais esforços na preservação da saúde do que no diagnóstico de problemas, de acordo com o The Lancet.

Os sistemas de registros eletrônicos (EHRs, na sigla em inglês) formam o componente crítico para coletar e analisar dados em grande escala. Os EHR são caracterizados por oferecer informações completas, detalhadas e acessíveis sobre cada paciente, permitindo uma visão mais ampla de uma pessoa e melhorando a cobertura das intervenções.

O uso de big data na saúde também apresenta grandes desafios, de acordo com a OMS. Integrar sistemas para compartilhar os dados necessários é um grande desafio. Para resolver esse desafio, você também precisa lidar com questões de privacidade e segurança.

O caminho da transformação digital em saúde não é fácil, mas as oportunidades são grandes. Ao combinar canais digitais seguros, UX moderno e análise de big data, você pode criar um novo paradigma para a saúde: ferramentas digitais que ajudam a manter o bem-estar e a prevenir problemas de saúde antes de sua chegada.

¿De cuánta utilidad te ha parecido este contenido?

¡Haz clic en una estrella para puntuar!

Promedio de puntuación 0 / 5. Recuento de votos: 0

Hasta ahora, ¡no hay votos!. Sé el primero en puntuar este contenido.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: